Vazamento de dados e como se precaver deles

Vazamento de dados
 Tempo de leitura: 4 minutos

A exposição de dados na internet têm se tornado algo tão banal, que notícias sobre vazamento de dados estão sempre presente nos jornais. E só em 2020, mais de 5 bilhões de dados foram vazados pela Internet, de acordo com o relatório feito pelo PSafe.

Isso tem como consequência golpes financeiros ou o uso indevido de identidade, por exemplo. Onde, em alguns casos, nem os documentos de pessoas falecidas escapam.

Por isso, nosso propósito aqui é chamar a sua atenção sobre os perigos de não ter o devido cuidado ao disponibilizar informações pelo mundo virtual

A trajetória dos dados

Segundo estudo realizado pela ONU, atualmente 4,1 bilhões de pessoas estão conectadas na rede de internet mundial. E esse número tende a aumentar cada vez mais.

Por conta de tantas atividades que desempenhamos online em nosso dia a dia, a maior parte das tarefas do cotidiano estão inseridas aqui, no mundo virtual. Seja na vida profissional, acadêmica e até na vida pessoal. 

Então a inserção de dados pessoais é cada vez mais comum. Realizar uma compra, fazer uma transação bancária, baixar um aplicativo de fotos, estudar ou até fazer uso de redes sociais são atividades que demandam identificação, ou seja, um login, um contato, uma senha e o reconhecimento que, quem está acessando determinada rede, é a pessoa certa. 

Com essa riqueza de informações que dados possuem, muitas empresas e governos fazem a comercialização ou o uso para melhorar serviços, intensificar a personalização de seu nicho, prover maior segurança, entre outras coisas. 

Por isso, o matemático Clive Humby classificou dados como o novo petróleo. Por conta da dimensão do seu potencial. É realmente uma ferramenta muito poderosa quando o detentor sabe como usá-los.

Mas com todas as coisas boas que essas informações podem trazer – como a automatização de serviços-, há também o lado negativo. Pessoas más intencionadas surgem para se aproveitar de brechas de segurança em bancos de dados e roubar informações que julgam valiosas por meio do vazamento de dados.

Esse uso indevido pode acontecer para a venda ou crimes financeiros. Inclusive, esse é um mercado muito lucrativo. Por isso há tantos vazamentos. E assim surge o vazamento de dados, que nada mais é que a apropriação de dados de maneira indevida.  

O que acontece quando há vazamento de dados?

Entender o que acontece quando existe vazamento de dados, faz com que possamos entender O PORQUÊ disso acontecer. 

Como dissemos, os dados possuem um grande potencial na era digital. O que faz com que hackers vasculhem a internet em busca de falhas. Uma vez que essa brecha é encontrada, o buscador a explora e, em seguida, oferece para outros usuários que gostariam desses dados. Ou então, vão em busca de formas de realizar transações financeiras ou fazer compras utilizando o nome da vítima.

É basicamente assim que acontece. Mas é importante ressaltar que os ataques têm sido cada vez mais elaborados e conforme a cibersegurança vai melhorando, os golpistas a acompanham. 

Existem diversos tipos de golpes circulando pela internet, como phishings, ransomwares, páginas falsas, entre outros. É importante que você preste muita atenção ao clicar ou se cadastrar em páginas. Além de utilizar a tecnologia ao seu favor.

Tecnologias mais efetivas para segurança digital

A cada dia tem sido mais difícil desvencilhar dessas ameaças. Mas, por sorte, existem formas de se proteger de perigos. 

  • Firewall: A famosa “parede de fogo” é uma solução de segurança baseada em hardware ou software que pode analisar o tráfego de rede com base em um conjunto de regras ou instruções para determinar quais operações de envio ou recebimento de dados podem ser executadas.
  • Criptografia: É a prática de criptografar e descriptografar dados. Depois que os dados são criptografados, um algoritmo é aplicado para codificá-los de forma que não tenham mais o formato original e, portanto, não possam ser lidos.
  • Verificação em duas etapas: Com a autenticação em dois fatores (também conhecida como verificação em duas etapas), você pode adicionar segurança extra à sua conta se ela for roubada.
  • Antivírus: Conhecidos por prevenir, detectar e eliminar vírus do computador, esses programas são fortes aliados para te proteger de ameaças digitais.
  • Backup: Essa é uma ferramenta que não vai evitar que você tenha seus dados vazados, mas em caso de alguns tipos de golpes como ransomwares – que sequestram seus dados e informações e pedem dinheiro em troca -, você pode ficar menos vulnerável, pois terá suas informações em segurança.
  • Controle de usuários: Fazer o controle do que os usuários acessam (por meio da firewall), é um fator muito importante para evitar que dados sejam vazados. Principalmente quando falamos de empresas. Lembre-se que ameaças podem chegar por diversos meios. Como, por exemplo, o e-mail, que em um clique despercebido pode infectar toda uma rede e ter vazamento dos mesmos.
Como evitar vazamento de dados

E por fim: MUITA ATENÇÃO!

É importante que você – e todos os usuários da sua empresa – tenham ATENÇÃO e LEIAM tudo o que clicam. Analisar as páginas e verificar se a mesma é original ou não é também um fator que poderá te livrar de invasões em suas máquinas. 

Com o uso de todas as ferramentas citadas acima e a ATENÇÃO, você minimizará as chances de sofrer esse tipo de ataque, e assim, poderá estar seguro.

Não se esqueça que a LGPD – lei que regula dados pessoais no Brasil – já está em vigor e passou a punir empresas que não tem responsabilidade com informações e as deixam vazar. 

Se sua empresa não tem ideia de onde começar, indicamos que busque profissionais adequados para implantar essas ferramentas em sua empresa e faça o devido treinamento aos colaboradores. Se precisar de ajuda, pode contar conosco!

A BugBusterS está há 26 anos no mercado e tem propriedade em segurança digital 😉