Nobreak - Como proteger equipamentos e informações

nobreak
 Tempo de leitura: 6 minutos

O que é?

Nobreak, ou Fonte de Energia Ininterrupta, é um aparelho responsável por regular tanto a voltagem como a pureza da energia que chega nos eletrônicos nele conectados. Com sua bateria, também é responsável pela alimentação dos dispositivos em casos de queda de luz, por exemplo.
Esse aparelho permite um tempo de carga para que os equipamentos possam ser desligados com segurança ou para proteger nas pequenas interrupções na rede elétrica.
Apesar de NOBREAK ser uma palavra em inglês, lá fora não tem o mesmo significado, pois esse termo foi inventado aqui no Brasil. Nos EUA, esse aparelho é comercializado como UPS(Uninterruptible power supply, que significa Fonte de Energia Ininterrupta).

Diferença entre filtros, estabilizadores e Nobreaks

Tanto filtro de linha, estabilizador e Nobreak servem para proteger os equipamentos de surtos repentinos de tensão, frequência ou corrente elétrica. Porém, não podemos confundir o filtro de linha e o estabilizador com um Nobreak, parecem ter funções semelhantes mas cada um tem seu grau de proteção.
No menor grau de proteção, o filtro de linha somente elimina algumas impurezas produzidas pela rede elétrica. Já o estabilizador além de realizar a função do filtro, também protege de picos, estabilizando a energia.
No grau mais alto de proteção está o Nobreak, que filtra, estabiliza e na ausência(quedas de energia) mantém os equipamentos nele conectados ligados.
O Nobreak não é somente para estabilizar a energia. Serve para manter funcionando mesmo sem a presença de energia.
Nobreak é o patamar mais alto da proteção e trabalha com qualquer equipamento eletrônico. Para proteger computadores e servidores, é sempre o mais indicado.

Na prática, em quais situações o Nobreak é necessário?

A situação mais comum para o Nobreak entrar em ação é quando a luz acaba. Descargas atmosféricas de pequena intensidade, surtos, quedas de tensão e interrupções da rede também são situações de risco.
nobreak
Verão, por exemplo, é uma época de risco. Se trata de uma época que costuma ter um grande número de tempestades, o que acarreta, consequentemente, em variação de energia, devido a descargas elétricas de raios em áreas próximas. Essas variações podem causar um grande prejuízo, levando a queima (total ou parcial) dos equipamentos. Afinal, é muito importante controlar os custos.
Essas situações de risco deixam de ser dor de cabeça quando se tem um Nobreak linkado (ligados) aos seus equipamentos.
Computador, modem, roteador… aparelhos conectados a um Nobreak podem continuar sendo usados normalmente enquanto durar a bateria do Nobreak. PS: Assim como as baterias automotivas, a bateria do Nobreak também possui tempo de vida e precisa se trocada.
Um Nobreak doméstico, por exemplo, costuma ter 15 minutos para um computador. Tempo mais que suficiente para salvar dados, fechar arquivos e desligar seguramente, sem perda de dados e dano ao aparelho.
Ou seja, proteção para que não se perca trabalho em caso de uso para PC, por exemplo.

Como funciona?

A maioria dos Nobreaks possuem entrada 110V e 220V, a saída costuma ter 1 voltagem de 110V. A durabilidade de sua bateria se dá conforme o consumo que há pela sua saída.
O VA(volt-ampere, números que representam sua potência) é um indicador para saber o quanto de energia a bateria pode produzir no período que não houver luz, o que está associado ao tempo que o Nobreak consegue manter o(s) equipamento(s) ligado(s) neste período. Esse fator depende da quantidade de aparelhos que estão ligados ao nobreak e ao consumo de cada um desses aparelhos.

Verificando o dimensionamento do Nobreak

A potência consumida de fontes de alimentação, equipamentos, etc, é dado em potência útil que é dado em WATT(veja a diferença de VA e WATT aqui). São duas unidades de medida que não são fáceis de converter uma para a outra porque vai depender do fator de potência.
Trabalhando com watts, não haverá dificuldades em casar a potência do equipamento com a potência dos nobreaks ou do estabilizador de tensão.
Para fazer a conversão de VA para W precisa saber o fator de potência que o fabricante usou para rotular o produto. O fator de potência é um valor que varia entre 0 e 1. As especificações podem estar no site do fabricante, no manual, no produto, etc.
Você pode fazer essa conversão multiplicando a potência em VA pelo fator de potência.
Potência(W) = Potência (VA) x FP (Fator de potência)
Exemplo 1: Nobreak 1kVA com FP de 0,50 = 500 W de potência útil
Exemplo 2: Nobreak 1kVA com FP de 0,60 = 600 W de potencia útil
O valor em kVA do aparelho é dividido por 2, assim terá a potência do aparelho em Watt. Por isso, é preciso saber quanto o seu equipamento consome em WATT para casar um com o outro.
Para isso, há duas maneiras:
Maneira 1: Calcular através de um wattímetro digital para medir o consumo total do equipamento em watt. Lembrando que vai contar tudo aquilo que está conectado ao nobreak(recomendado).
Maneira 2: Fazer uma estimativa. Para fazer essa estimativa, é necessário entrar neste site e usar a calculadora para fazer a conta de quanto os equipamentos consomem.
Essa ferramenta vai indicar o consumo total do PC em Watts.
PS: é quanto os equipamentos consomem da fonte de alimentação.

  1. Verifique o consumo do pc através da calculadora(site).
  2. Divida o valor encontrado pela eficiência mínima da fonte.
  3. Some a potência do monitor de vídeo e demais equipamento que serão ligados ao Nobreak.nobreak

Os três tipos de Nobreak

Visualmente, os três modelos não possuem uma gritante diferença, mas sua funcionalidade pode ter grandes diferenças na hora de estabelecer os critérios em qual Nobreak escolher, que são os seguintes:

  • Offline/Short-Break:

Nesse modelo, a tensão da rede elétrica é aplicada a um estabilizador de tensão, que por sua vez é aplicada a saída do Nobreak que vai alimentar os equipamentos. A tensão da rede elétrica também é usada para alimentar uma bateria.
Quando falta eletricidade na entrada do Nobreak, a bateria entra em ação e a tensão contínua da bateria vai ser convertida em uma tensão alternada, que vai ser aplicada a saída do nobreak e alimentar seus equipamentos. Essa tensão alternada não é perfeitamente senoidal (por isso também é chamada de quase senoidal ou pseudo-senoidal).
Na prática, para baratear o custo do Nobreak, essa forma de onda é uma forma de onda quadrada, o que é um problema, pois fontes de alimentação estão esperando uma forma de onda senoidal. Transformadores, indutores, etc, só funcionam bem com formas de onda senoidal. Para entender melhor sobre os tipos de onda, clique aqui.

  • Intermediário – Entre off-line e on-line:

O nobreak off-line de onda senoidal pura é um nobreak que, ao invés de gerar uma forma de onda retangular, ele gera uma forma de onda senoidal, assim como os nobreaks on-line.
Os intermediários mantém uma estrutura de um nobreak off-line, usando um estabilizador de tensão que ainda continua com alguns problemas relacionado ao uso de estabilizador de tensão.

  • On-line ou de dupla conversão:

O melhor modelo no mercado e também indicado para servidores, demanda mais recursos e também é o tipo perfeito, sem nenhum tipo de falha. Diferente dos anteriores, NÃO tem um circuito paralelo que entra em ação quando a eletricidade acaba.
São duas etapas de conversão: conversão de alternada para contínua e depois de contínua para alternada. Essas duas conversões estão ativas o tempo todo e dentro desse circuito de corrente contínua no meio do Nobreak, há a bateria.
Quando a eletricidade pára de entrar no Nobreak (como na queda de luz, por exemplo), a bateria já está no circuito. Portanto, não há nenhum atraso na alimentação dos equipamentos conectados ao Nobreak. É disponibilidade instantânea, sem interrupção na saída, por isso é o melhor modelo.
A tensão na saída vai ser senoidal pura e melhor que a senoidal da própria rede elétrica, pois vai ser gerada do zero, sem nenhum tipo de ruído como o da rede elétrica.
nobreak

Conclusão

Podemos concluir que para determinados segmentos, é imprescindível ter um Nobreak. A diferença de custos de uma eventual danificação dos aparelhos em relação aos custos de investir em um Nobreak pode ser gritante. Ou até mesmo os custos de ao menos uma hora com os aparelhos parados podem causar prejuízos enormes. Não se pode deixar jamais de pensar numa infraestrutura adequada.
Sua empresa já possui esse aparelho do mais alto patamar de proteção? Se está com dúvidas, não pense duas vezes em entrar em contato conosco. Será um prazer sanar suas dúvidas. Somos especialistas não só em Nobreak, mas especialistas em tudo que tange Tecnologia da Informação.
Não deixe de responder nossa breve pesquisa e de nos acompanhar nas redes sociais.
E-mail: zuilla.fonseca@bugbusters.com.br
Telefone: +55 (11) 5572.0044

Horário de Atendimento: 8h30 às 18h00
Horário de Atendimento | Servidores e Storages: 24x7x365

Postagens Relacionadas

Siga-nos