Uso de sistema financeiro precisa de auxílio da TI

Sistema Financeiro
 Tempo de leitura: 4 minutos

Existe um grande contraponto para todas as empresas que estão em fase de crescimento: a migração de planilhas para ferramentas de gestão

Se você tem percebido que sua empresa não está lucrando, as informações são descentralizadas – e muitas vezes perdidas -, retrabalhos são comuns, a equipe financeira passa muito tempo realizando tarefas manuais e há pouco tempo para analisar a saúde financeira da organização, trago uma verdade: você precisa de um sistema financeiro. 

O uso de ferramentas automatizadas tem salvado empresas de falhas manuais e falta de controle

O departamento de TI é fundamental para o sucesso do sistema financeiro, pois tem presença na implantação, no gerenciamento, suporte e análise de resultados. 

A integração de equipes vai determinar até onde sua empresa pode transformar um sistema – por mais simples que seja – em diferencial competitivo.

Nesse conteúdo, separamos a importância do acompanhamento da TI no uso de sistemas financeiros em 2 partes: para empresas que ainda não possuem o software e empresas que já possuem. 

Sistemas financeiros

Empresas que ainda não possuem sistema financeiro

A insegurança dos gestores em investir num software como esse, deixa muitos profissionais com o cabelo em pé. É um projeto delicado e o processo de implementação precisa ser realizado com muito cuidado e atenção. 

O processo, em grande parte das empresas, é demorado, exige muito planejamento e trabalho em equipe. Afinal, a falta de comunicação e escolha inadequada de parceiro pode te levar a grandes prejuízos.

No primeiro momento, você deverá escancarar o planejamento financeiro empresarial e analisar seu orçamento, as possíveis ameaças da realização do projeto e definir se esse é o momento ideal para a mudança. 

Depois da análise e aprovação dos tomadores de decisão, é só seguir nosso guia de implantação de sistemas

Inclua os responsáveis pela tecnologia de sua empresa em busca de melhores práticas, segurança e proteção de dados. Como o TI pode ajudar: 

Levantamento de informação

Quando feito em conjunto com o departamento de tecnologia, e principalmente no momento antes da implantação do sistema financeiro – ou qualquer outro -,  o levantamento de informações gera uma visão mais ampla das necessidades do negócio.
Com esses dados em mãos, a TI tem a possibilidade de mapear quais soluções tecnológicas se encaixam melhor para o momento.. 

Processos mapeados

Já com as informações em mãos, o mapeamento de processos será o fator que vai garantir a existência de uma boa rota na realização das funções. Visando segurança, boas práticas e produtividade. 

Análise de parceiros 

Destacamos que, é necessário realizar uma pesquisa detalhada para escolher o software que a empresa contratará. Verificar as funções disponíveis e os módulos incluídos no sistema é o primeiro passo. E em segundo, mas não menos importante, é avaliar se os parceiros são seguros, se o suporte  e pós venda são adequados. 

Em muitos casos, empresas de pequeno e médio porte não possuem capital para investir no sistema financeiro mais completo do mercado. 

E isso não precisa ser um problema, afinal, o importante é atender a necessidade da empresa e ter integração com outros departamentos.

Proteção de dados

Priorizar a proteção de dados desde o momento de implantação de sistemas é a forma ideal de ficar em conformidade com a LGPD. Assim, você não precisará ter retrabalhos, pois o departamento financeiro deverá trabalhar com transparência em todas as operações. 

Proteção de dados em sistemas financeiros

Empresas que já fazem uso de sistemas financeiros

Se o uso do sistema financeiro já é realidade em sua empresa, entenda como o departamento de tecnologia trará aumento de produtividade e segurança em seus processos. Como o TI pode te ajudar:

Suporte e Infraestrutura

A tendência é que todos os sistemas sejam integrados em nuvem. Para garantir o sucesso dessa aplicação, o departamento de TI terá o papel de viabilizar a infraestrutura da empresa e certificar que o suporte seja feito para minimizar problemas recorrentes e ter disponibilidade e redundância de dados. 

Além de ser influência quando houver necessidade de suporte por parte da empresa de sistema contratada.

Gerenciamento do sistema

Caso sua empresa tenha um profissional de tecnologia especializado em sistemas, o gerenciamento do mesmo será feito de acordo com a necessidade do time que utiliza, inclusive na realização de suporte de certas atividades. 

Segurança e Proteção de Dados

Um dos papéis principais da TI  em relação ao uso de sistemas financeiros é na garantia de segurança e proteção de dados. Por meio de pilares de integridade, confidencialidade e disponibilidade, a equipe garantirá que dados não caiam em mãos erradas. A equipe também pode auxiliar no treinamento dos profissionais que estarão no dia a dia mexendo no sistema para evitar ameaças online, como malwares e ransomwares. 

Análises 

Entender a viabilidade do sistema está nas mãos de quem o utiliza no dia a dia, mas os profissionais de TI podem auxiliar quando se trata de análise de segurança e suporte, considerando boas práticas e o tipo de tecnologia que é oferecida. 

Inovações tecnológicas

Ainda falando sobre o tipo de tecnologia que é oferecida pela empresa responsável pelo sistema, a equipe de ti poderá analisar as opções disponíveis no mercado e considerar inovações para a melhora do desempenho dos profissionais financeiros. 

Conclusão

Em conclusão, vimos que a tecnologia ao seu lado faz uma enorme diferença. Seja antes, durante ou após a implantação dos sistemas. 

Como dito no início, um ponto crucial para o sucesso da sua empresa é integrar departamentos. 

Ter a colaboração da equipe como um todo, comunicação bem feita e controle sobre processos por meio de ferramentas automatizadas são ações que demandam de gestores e diretores.

Coloque cada um desses pilares em prática e, além de ver o aumento da produtividade da equipe, terá mais resultados em sua empresa.

Aumento de produtividade com sistema financeiro